(11) 9-4710-5403

Manutenção Preventiva em Cabine Primária

O que é Cabine Primária?

Conforme Norma ABNT NBR 14039 estabelece um sistema para o projeto e execução de instalações elétricas de média tensão, com tensão nominal de 1,0 kV a 36,2 kV, à frequência industrial, de modo a garantir segurança e continuidade de serviço.
Aplica-se a partir de instalações alimentadas pelas concessionárias de energia elétrica, o que corresponde ao ponto de entrega definido através da legislação vigente emanada da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).
Também se aplica a instalações alimentadas por fonte própria de energia em média tensão.

Manutenção Preventiva em Cabine Primária

Os equipamentos, ferramentas e dispositivos isolantes destinados ao trabalho em alta tensão, devem ser submetidos a testes e ensaios em laboratório periodicos, de acordo com os parametros do fabricante, anualmente, conforme a portaria (NR-10).

Testes e ensaios necessários e obrigatórios

Os ensaios da instalação devem incluir no mínimo os seguintes:

Continuidade elétrica dos condutores de proteção e das ligações equipotenciais principais e suplementares;
Resistência de isolamento da instalação elétrica;
Ensaio de tensão aplicada;
Ensaio para determinação da resistência de aterramento;
Ensaios recomendados pelos fabricantes dos equipamentos;
Ensaios de funcionamento;

Os ensaios devem ser realizados com valores compatíveis aos valores nominais dos equipamentos utilizados e o valor nominal de tensão da instalação.

Continuidade elétrica dos condutores de proteção e das ligações equipotencial principal e suplementares

Um ensaio de continuidade deve ser realizado. Recomenda-se que a fonte de tensão tenha uma tensão em vazio entre 4 V e 24 V, em corrente contínua ou alternada. A corrente de ensaio deve ser de no mínimo 0,2 A.

Resistência de isolamento da instalação

A resistência de isolamento deve ser medida:

Entre os condutores vivos, tomados dois a dois;
Entre cada condutor vivo e a terra.
Durante esta medição os condutores fase e neutro podem ser interligados.
A resistência de isolamento deve atender aos valores mínimos especificados nas normas aplicáveis aos componentes da instalação. Esses valores são fornecidos pelos fabricantes de cada componente da instalação.

Ensaio de tensão aplicada

Este ensaio deve ser realizado em equipamento construído ou montado no local da instalação, de acordo com o método e valores limites de ensaio descrito nas normas aplicáveis ao equipamento ou quando recomendado pelo seu fabricante.



Ensaio para determinação da resistência de aterramento

Este ensaio deve ser realizado toda a vez que houver a instalação ou ampliação de malhas de terra visando a garantir o atendimento dos valores previstos em projeto. Para a realização desse ensaio todos os cuidados referentes à segurança devem ser tomados, principalmente no caso das ampliações nas instalações em operação. Nesses casos é muitas vezes necessário o desligamento total das instalações.



Ensaios recomendados pelos fabricantes dos equipamentos

Todos os equipamentos que possuírem condições especiais de instalações devem sofrer a inspeção de sua montagem com base nas informações fornecidas pelos seus fabricantes. Nos documentos apropriados pode ser verificada a necessidade de ensaios especiais nos equipamentos que fazem parte integrante da sua aprovação para energização.



São citados como exemplos de ensaios especiais:
Ensaio de rigidez dielétrica do óleo isolante – aplicável a transformadores, disjuntores e chaves seccionadoras;
Ensaio de fator de potência – aplicável a transformadores, máquinas elétricas de grande porte e geradores;
Ensaio de cromatografia de gases e análises físico-químicas de óleos isolantes – aplicável a transformadores de força;
Ensaio de tempos de operação – aplicável a disjuntores;
Ensaios de resistência de contatos elétricos – aplicável a disjuntores e barramentos de alta capacidade de corrente;
Ensaio de tensão aplicada – aplicável a cabos elétricos, equipamentos isolados a vácuo e a gás SF6.

Ensaios de funcionamento

Montagens tais como quadros, acionamentos, controles, intertravamentos, comandos etc. devem ser submetidas a um ensaio de funcionamento para verificar se o conjunto está corretamente montado, ajustado e instalado em conformidade com esta Norma e filosofia operativa de projeto. Dispositivos de proteção devem ser submetidos a ensaios de funcionamento, se necessários e aplicáveis, para verificar se estão corretamente instalados e ajustados.


A Monteiro Assessoria possui o melhor plano de manutenção

Conte com nossa equipe, estamos sempre prontos para atender você, a Monteiro Assessoria possui profissionais Habilitados cadastrados no CREA-SP para desenvolver atividades no setor da elétrica com base nas diversas necessidades de seus clientes, buscando a excelência nos serviços prestados.